Será que você sabe quando consertar sua TV ou quando comprar uma nova? Sabia que existem defeitos que podem ser consertados de forma rápida e simples com o auxílio de atualizações? Sabia que existem casos, que dependendo do defeito, compensa partir para a compra de um modelo mais novo? Muitas vezes ficamos na dúvida, mas este post irá te ajudar com a decisão.

Vamos sugerir dicas de como saber o que vale mais a pena: Consertar a televisão ou partir para a compra de uma nova. Mas atenção: antes de tomar qualquer decisão, é aconselhável que leve sua televisão até uma Assistência Técnica mais próxima, para que seja constatado o defeito e realizado um orçamento, pois os valores aqui descritos podem variar de acordo com as características da sua televisão, como: Marca, Modelo, Tamanho e etc.

Principais defeitos

Com o tempo, aparelhos eletrônicos podem vir a apresentar algum tipo de defeito. No entanto, alguns critérios devem ser avaliados antes de se decidir pelo conserto ou pela aquisição de uma nova TV.

Deve se avaliar, os custos com a manutenção, a qualidade e a garantia dada pelo serviço, o valor de um modelo mais moderno e a possibilidade de economizar investindo em acessórios que aumentem as possibilidades de uso da sua TV, como por exemplo o Chromecast, que permite acesso ao YouTube, Netflix e diversos outros aplicativos, dispensando a necessidade de comprar uma Smart TV e, entre outros fatores. Confira!

Problemas na placa da fonte, na placa principal ou no próprio painel

As oscilações frequentes de energia elétrica são as maiores responsáveis por esse tipo de defeito. Nesse caso, o custo com o conserto pode ser em torno de 500 reais, dependendo das características que citamos acima: Marca da TV, Modelo, Tamanho e etc.

TV que não liga

Se sua TV não liga ou não reconhece os aparelhos conectados a ela, existem grandes possibilidades de o problema ser na placa principal do aparelho. Se for esse o caso, é provável que seja necessário efetuar a troca da placa, o que vai envolver gastos em torno de 600 reais. Esse valor também dependerá das características da TV.

TVs que apresentam imagens duplicadas ou listras

Normalmente esses defeitos sugerem a troca do painel, mas antes o aparelho deve ser analisado por um técnico para que seja constatado o defeito. O conserto para este problema costuma ficar bem caro, pois o valor do painel é alto, compensando em grande parte dos casos a compra de uma TV nova, que custa pouco mais do que você gastará com esse reparo. Na maioria das vezes o orçamento para este tipo de defeito não sai por menos de 1000 reais.

Televisor que esquenta muito

As TVs, em geral, possuem uma temperatura média que está incluída entre os fatores de seu bom funcionamento. No entanto, esse critério pode sofrer a interferência de fatores externos, como o local onde o televisor está instalado — regiões com climas muito quentes tendem a elevar a temperatura dos aparelhos eletrônicos, por exemplo.

Existe um aparelho para medir a temperatura ideal de uma TV, chama-se termômetro USB. Contudo, há um teste mais prático, que é colocar a mão no aparelho e sentir se o calor está suportável — se notar que o calor excede a normalidade, é a hora de consultar um técnico para verificar o defeito e se decidir, entre conserto ou troca do aparelho.

Faça a manutenção preventiva da TV

O desgaste devido ao uso ocorre com qualquer equipamento eletrônico. Ou seja, ele tende a se desgastar com o tempo de uso — e seus componentes internos também sofrem um desgaste. Por isso, nada mais razoável que, após alguns anos, você fazer uma manutenção preventiva, não é mesmo?

Assim, os problemas que demandarão mais gastos serão diagnosticados precocemente e sua TV poderá ter uma vida útil mais longa!

Conheça os direitos do consumidor em caso de defeitos

Existem casos que, com pouco tempo de uso o televisor apresenta problemas. Existem também aparelhos que mesmo passando por um controle de qualidade da fábrica podem chegar até a casa dos consumidores com defeito.

Ao receber um aparelho assim, ou, depois de um tempo o aparelho apresente problemas e esteja dentro do prazo da garantia, o fabricante deverá ser acionado e a empresa responsável deverá fazer o conserto em até 30 dias. Se não o fizer, existem três outras hipóteses possíveis que o consumidor pode solicitar ao fabricante: a substituição do produto por outro, devolução da quantia paga ou um desconto para compra de outro aparelho.

Conclusão

As TVs são consideradas um dos maiores meios de entretenimentos dos brasileiros e, por isso, não faltam em qualquer casa. Esteja atento à sua e evite problemas maiores seguindo nossas dicas. E lembre-se, antes de optar pela compra ou conserto, leve em consideração tudo o que foi falado neste artigo, as vezes comprar uma nova TV pode ser a melhor opção, mas consertando o aparelho antigo você economiza para investir em outros acessórios e aparelhos e, ainda contribui para a diminuição dos resíduos eletrônicos, que comumente são descartados de forma indevida e acabam prejudicando o Meio Ambiente!

Gostou deste post sobre quando consertar a TV ou comprar uma Nova? E você, já teve algum problema com a sua, diferente dos que citamos neste artigo? Então comente e compartilhe as suas experiências!